23 de dezembro de 2013

O fim... :(

E assim chegou ao fim a minha relação de 1ano, 3meses e 1semana :(

Sexta-feira foi o dia... 
Acabou tudo... 
Um vazio que fica a juntar a dor que é agora insuportavel...

Neste tempo de namoro, era pouco o tempo que estavamos juntos quartas-feiras a noite para um cafe... Sextas a noite pa sairmos... Sábado podiamos estar juntos mas so vinha a noite... Domingo... podiamos tar juntos, mas queria dormir...

Neste tempo de namoro tivemos 1unico fim de semana completo para nós... Uma meia de duzia de umas tardes de sabado e quase outras tantas de umas tardes de domingo...

Neste tempo de namoro, nunca me apresentou a familia... dizia que eram apegados a ex namorada, mas passado 1 ano comecei a questionar se ainda n teriam ultrapassado... 

O motivo de tão pouco tempo comigo, dizia ele, era o facto de ter a avo doente, com pouca mobilidade e ter que ajudar o avô antes de sair (ex: deita-la etc...)Entretanto a avo foi para o hospital... Tentava compreender, pois familia é familia...
Mas as desculpas foram aumentando... Passou a ter que trabalhar ate mais tarde... Passou a ter que ir para fora para reunioes, quando ele nem sequer é chefe... 

Sexta-feira, mais uma discussao...
Mais uma vez referi que tinha pouco tempo para mim, e que se calhar era tempo de me mostrar/ provar que lutava pela relaçao tanto quanto eu...
Disse que se sentia pressionado e sufocado (apos 1 ano sem nunca lhe exigir nada, quando o fiz começou a sentir-se sufocado)

No meio da discussao (por tlm) disse:

"- Queres que te deixe, para teres tempo para fazer tudo aquilo que tens feito ultimamente, que e tudo, menos tar cmg?"
Ao que ele disse:

"-Deixa!"


Acabou tudo ali... sem luta da parte dele... Mais da minha parte ja n podia lutar....

Como foi uma conversa telefonica, no sab desloquei-me ate perto de casa dele e liguei-lhe pa vir ter cmg e falarmos... Disse que não estava em casa e que tinha saido com o avô.
Perguntei-lhe se estava no hospital a visitar a avó, disse que nao, que estava em casa de um tio com o avo...

Qual não é o meu espanto, enquanto estava ao tlf com ele, ver o avô dele a chegar a casa e la em cima na porta de casa apareceu a avó...

No final de contas... Não estava com o avô...

Mas o pior de tudo, desde sempre me mentiu, dizendo que a avo tava doente, quase sem mobilidade e que tinha ido para o hospital...

Nunca me foi apresentada a familia, mas sabia quem eles eram...

Brincar com a saude de alguem... Ainda por cima familiar... Para não estar mais tempo cmg???
Não sei o motivo... Se existia uma outra pessoa não sei, e pelos vistos nunca saberei... Se existiu outro motivo tb n sei e nunca saberei...

O que sei é que sempre fui sincera com ele, e esperava o mesmo da parte dele...
E não foram mentiras pequenas...

Só me resta esquecer... Esquecer que ainda gosto dele... Esquecer que fez parte de mim...
Esquecer tudo e tentar seguir em frente...

Doi.. Doi muito... Doi ainda mais ver os meus pais e irmão a sofrerem por me verem sofrer...

Que fazer ? :(



P.S.- O desabafo... e a sentir-me perdida nesta vida de m*rda...


3 comentários:

  1. oh princesa.. tenta falar com ele.. pode haver explicação para as mentiras..
    está um tempo para arrefecer, e depois pensa se vale a pena ou seguir em frente.. se escolheres seguir em frente, terás alguém à tua espera que te fará feliz e fará tudo por ti..
    podes contar comigo, podes contatar me por mail ou por skype ou até pelo blog..
    beijinhos de força, tudo passa

    ResponderExcluir
  2. O fim de uma relação nunca é fácil e neste caso que parece haver tanta falta de interesse e mentiras da parte dele é bastante complicado.É ir vivendo um dia de cada vez,é pensar em outras coisas,ocupar a cabeça com coisas melhores,sei que é complicado mas pelo que descreves ele não merece o que sentes por ele.
    Força e um bom Natal para ti.

    ResponderExcluir
  3. Tive uma pessoa na minha vida... espera, pessoa? Monstro que inventou que a avó tinha tido uma trobose para ir para a cama comigo não quando eu quis one night stand mas quando lhe desse jeito.

    Pior, namorei com um que trabalhava nos mesmo local que eu, podíamos trocar as folgas mas durante meses, nunca dava para ele, extorqui-me dinheiro, sentimentos, disse que me queria fora da vida dele pois tinha um cancro na cabeça e não tinha dinheiro porque andava em tratamentos na Alemanha, traduz isto para: "sou casado".

    Quando ela me descobriu, fui adulta e disse que fui enganada como ela e fui ao seu encontro, dele, e ele disse: "não vou desistir de ti miúda" , usei a única coisa que aprendi com ele: artes marciais e atirei-lhe com uma mesa de esplanada à cara com a ponta do pé. Nunca mais o vi

    ResponderExcluir

Real Time Analytics