9 de dezembro de 2016

Ahh e tal...


... Hoje é o teu ultimo dia cá na empresa... 
... os restantes 15 dias colocamos com gozo de férias.

**********
Recebi a carta do aviso prévio (de 30 dias) datada de dia 23/12, informando que o meu último dia seria dia 25/12, o mesmo sendo domingo e dia 24/12 um sábado, logo o meu último dia de trabalho na empresa seria a 23/12.

No entanto, fui informada a última da hora que hoje será o meu último dia na empresa, porque os "Exmos." senhores, se lembraram de me colocar os restantes 15 dias, de férias.

Estando eu, a trabalhar numa empresa, sendo empregada de uma Empresa de Trabalho Temporário (ETT), a empresa na qual trabalho não tem que sequer que dar opinião de quando eu vou de férias, apenas pode indicar se é ou não favorável que eu vá de férias, quando sou eu a marca-las, pois sendo eu empregada ETT, todos os dias de férias que eu não gozar, são-me pagas no final do meu contrato.

Assim sendo, não pedi férias:
  • Para receber o mês completo do ordenado;
  • Para receber o subsídio de alimentação completo;
  • E para receber as férias não gozadas.
E eles querem que eu goze 15 dias de férias:
  • Para não me pagarem o subsídio de alimentação completo;
  • Para não me pagarem as férias não gozadas.
  • (o ordenado esse, eles têm que o pagar na mesma, independentemente de eu gozar ou não férias).

**********

Conclusão...
Como resolveram fazer as coisas nas minhas costas, e eu até ia pedir a última semana para ficar em casa de férias, mas assim sendo, já fui falar com o "Exmo." superior (ou não)
  • Que assim sendo o aviso prévio não foi de 30 dias, mas sim de 15, visto que na carta que recebi indica que trabalharia até dia 25;
  • Que não acordaram comigo se queria ou não gozar férias.
Disse-me que não sabia, que pensava que na carta tinha isso descrito (pois mas não tem) e que ia verificar o que se passava.
Disse-lhe eu que o facto de perder 15 dias de subsidio de alimentação e 15 dias de férias não gozadas não era opção a não ser que eu indo de "férias" me paguem tal e qual como se eu não as tivesse gozado.

A resposta ???
A aguardar...

Beijinho da Miúda*

16 comentários:

  1. Ora bolas, que chatice! Já não bastava todo o cenário, ainda por cima querem fazer as coisas à mandeira deles.. enfim!!
    Beijinho grande e força!

    ResponderExcluir
  2. Estas situações são sempre muito favoráveis aos patrões! Eles decidem tudo mesmo aquilo que normalmente não devem! Infelizmente!

    www.anafernandes.ch

    ResponderExcluir
  3. Bem realmente eles abusam. Põem e dispõem como querem.

    Boa sorte.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  4. Como eu te entendo, Miúda! Muita calma e força!

    Bjocas

    ResponderExcluir
  5. Espero que o futuro te traga melhores surpesas!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderExcluir
  6. Fazes tu muito bem defender os teus direitos!!!

    ResponderExcluir
  7. Que chatice :/ Espero que se resolva a bem!

    ResponderExcluir
  8. Que bom vamos descansar, obrigado pela visita bom final de semana.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
  9. Bate-te por aquilo que é teu, rapariga! Gozar com o trabalhador é que não!

    ResponderExcluir
  10. Empresas odiosas... os trabalhadores temporários não têm direitos, ponto. Fala alguém que trabalha em ETTs há 10 anos. Odeio-as a todas.

    ResponderExcluir
  11. Fizeste bem. Caramba, usam e abusam....

    ResponderExcluir

Real Time Analytics