24 de fevereiro de 2021

#6 Hoje Quem Escreve Sou Eu...

 Lápis Roído


Bem, para começar, devo dizer que esta participação foi extremamente bem paga pela Miúda. Devem, portanto, pedir um cachet bem alto pela participação em espaços futuros, assim à imitação de um ex-concorrente do Big Brother numa discoteca ou de uma velha que troca a presença num programa da tarde por doses industriais de Calcitrin.

Posto isto, e a muito custo, passo a apresentar-me. Lápis Roído, um vosso patrão, que para criados estão cá vocês. Jovem de porte imponente, inteligência absolutamente fora do comum e modéstia em semelhante nível, sou amigo do meu amigo, vivo o dia-a-dia (carpe diem, babes!(, aprecio muito a sinceridade e a honestidade nos outros. Hã? Continuo a cumprir o padrão de concorrente no Big Brother? Estou a ir bem, apesar das duas referências a esse belo reality-show em poucas linhas.


Arcadefireano militante, político em ascensão que ambiciona a presidência da Junta de Freguesia de Vale de Palhaços no imediato e a da Câmara Municipal de Vila Nova de Cabra Coxa no auge da carreira. Ocupo os tempos livres a jogar mikado com ornitorrincos e a palitar os dentes ao meu unicórnio de estimação, o Tufão.

Dizem que tenho um blog chamado Contra Chatos Não Há Medicamentos, embora ainda subsistam dúvidas quanto á autoria dos posts. É assim em estilo aura de mistério como a autoria d’O Meu Pipi. E por esta referência á literatura porcalhota-brejeira do início do século podem perceber o quão idosa esta alma é.

Bem, e porque o dinheiro tem limites (assim como a parvoíce…), por aqui me fico. Se mais quiserem saber acerca deste cidadão incrível, perguntem á Miúda. Ela está mandatada para falar maravilhosamente acerca da minha pessoa… ou não!


***************


Bem... Que posso eu dizer sobre o Sr. Lápis... já que referiu um cachet não me vou pronunciar até receber a minha parte no que conta a falar maravilhosamente bem dele :p


Mas brincadeiras colocadas de lado, Contra Chatos Não Há Medicamentos é um blog que sigo sempre que por cá ando, exceto nas fases que estou ausente que isso nem no meu apareço :p


Quem já o conhecia???

Quem não conhecia, aproveite e passe conhecer :)


Beijinhos da Miúda*


17 de fevereiro de 2021

#5 Hoje Quem Escreve Sou Eu...

 O Último


Antes de mais agradeço à Sempre Miúda pelo simpático convite para escrever no seu cantinho.

Para este post escolhi falar de algo que em miúdos não valorizamos, mas para o qual mudamos de postura quando chegamos à idade adulta.

Uma situação é a nossa relação com os legumes. A outra com o desporto.

Começo pelos legumes. Seja por birra, seja pelo aspeto ou sabor menos apelativo fugia do verde enquanto criança. Podia falar também do peixe ou da salada :)A minha mãe colocava-os na sopa e aí não havia fuga possível. Quando cheguei à idade dos crescidos, percebi a sua importância quando fui avisado pela nutricionista na primeira vez que entrei num ginásio já com uns 23 anos. Aliás, nessa vez descobri que cometia tantos erros.. A partir daí e até hoje passei a incluí-los na alimentação.

A outra coisa é o desporto. Detestava as aulas de educação física e andei vários anos na natação porque os meus pais assim mo obrigavam. Quando comecei a trabalhar, com a vida mais sedentária e com o stress comecei a engordar e inscrevi-me num ginásio. Daí em diante, comecei a praticar desporto com frequência e hoje faz parte do meu equilíbrio físico e emocional.

Assim, há coisas onde não somos sempre miúdos, mas no bom sentido :)


***************


Eu sempre fui como o Último... o pior é que ao contrário dele, eu ainda continuo a fugir :(

Não gosto de certos e determinados legumes, para não dizer, a maioria deles...

E desporto infelizmente com a preguiça aliada ao cansaço de ter 2 empregos não arranjo tempo, pois o tempo que me "sobra" opto por descansar.


E vocês também eram ou são assim???

Já conheciam o Último?


Beijinhos da Miúda*


15 de fevereiro de 2021

Para sorrir... #1

 ... Ou até mesmo gargalhar :)



Quem se lembra destes senhores?
Quem via?

Beijinhos da Miúda*



10 de fevereiro de 2021

#4 Hoje Quem Escreve Sou Eu...

 Isabel


Saldos? Sim, se forem para dar nova vida à roupa e se forem online!

Pois é, venho fazer um "apanhado" do primeiro ano a vender roupa em 2ª mão, online.

Consegui reunir mais de 60 peças para venda, ao longo de 2020. (o que faz pensar e bem, no consumismo, isto num ano em que, ao estar sempre em teletrabalho, mudei muito a minha relação com a roupa).
De todas essas, 47 foram aceites pela Micolet para venda, e já 29 peças arranjaram nova dona e foram viver uma nova vida.

Fico contente mais do que pelo dinheiro que ganhei - cerca de €45, no total - fico contente por sentir que não desperdiço roupa quase nova, que não a tenho a ocupar espaço, e que me frustra quando olho para ela lá, pendurada, sem uso.

Como quem me segue há mais tempo sabe: primeiro ofereço roupa às amigas, depois separo e passo o possível à sacristia (quando se aplica) e estas foram as peças que, considerando todas as hipóteses, acabei por colocar à venda.
 
Vender não é algo que acontece todos os dias, nem sequer todas as semanas. Já acabei até a juntar roupa de amigas e daí ter tantos tamanhos e marcas disponíveis no meu guarda-roupa online.
Mas é uma pequena ajuda e, neste contexto de pandemia, é algo que vos convido a espreitar, a pensar e a considerar para o vosso futuro.



A roupa é um dos maiores desperdícios da nossa sociedade e que mais afeta o meio-ambiente.

O ser sustentável não têm que acontecer só na alimentação, nos utensílios da casa, na cosmética.

Pode e deve acontecer também no pensamento de economia circular nas roupas, calçado e livros, por exemplo.

Se estão com saudades de ir aos saldos, ou de espreitar peças de roupa que valem a pena, considerem os meus saldos online.

*post não patrocinado


Beijinho e boa semana,

Isabel

                                         ***************


A Isabel é uma blogger que sigo também sempre que ando pela blogosfera, mesmo depois das minhas ausências.

Pertence aos blogs do sapo e não é por pertencer a outra plataforma que não podem lá ir dar uma espreitadela... Aproveitem e muitas das vezes fiquem só a babar para as coisas deliciosas que ela publica :)


Já conheciam a Isabel - Contos da Menina-Mulher ???


Beijinhos da Miúda *


3 de fevereiro de 2021

#3 Hoje Quem Escreve Sou Eu...

 ... Ryk@rdo




Viajando pelo sonho


Viajando pelo sonho incompleto
Senti o meu coração sem afeto
            Voando pelas asas da ignorância            
Na busca da liberdade perdida
Nas respostas que procuro na vida
Nos caminhos da militância
Nos vãos dos sentimentos, esquecida
Sinto em mim as emoções
Sofridas pela tua ausência
Qual acordar em apetência
De ouvir tua voz meiga e querida
Que escuto sem querer ouvir
A notícia que vais partir
Deixando minha alma dilacerada
Que numa essência apaixonada
Tenta aceitar o mais correto
Nesta sensibilidade enamorada
Viajando pelo sonho incompleto


***************

E quem não gosta de viajar pelo mundo dos sonhos... 
Aqui o nosso amigo Ryk@rdo gosta sem dúvida.

Já conheciam o seu blog e os seus textos?

Beijinhos da Miúda*

30 de janeiro de 2021

#2 Hoje Quem Escreve Sou Eu...

 ... Teresa - Ontem é só Memória



"Talvez não me conheças, mas eu sou a Teresa, a convite da Miúda, vim até aqui hoje escrever para ti.


Devo começar por dizer que fiquei muito feliz por receber o convite da Miúda para participar neste seu novo projeto, e apesar de ter respondido prontamente que iria participar, deparei-me com o drama de não saber sobre o que escrever.

Sim, os bloqueios de inspiração atacam qualquer um, e por vezes várias vezes ao dia, durante dias seguidos, e isso levantou uma grande questão, que ironicamente veio resolver o meu problema. Hoje vou falar sobre o que dizer, quando não temos inspiração.

Ficar calado é sempre uma boa opção, toda a gente sabe que mais vale ficar calado do que dizer asneiras, mas tal como a conversa sobre o tempo funciona para desbloquear aquele silêncio constrangedor no elevador, também existem pequenos "desbloqueadores" de conteúdo que podes usar para escrever, como por exemplo listas de desejos, músicas que marcaram a tua vida, ou então, se mesmo estas pequenas coisas são demais para ti, procura na net uma TAG e responde. Este é um dos maiores clássicos dos preguiçosos sem inspiração. 

Mas brincadeira à parte, todos sabem que a inspiração vive em todo o lado, nós é que estamos tão preocupados em a encontrar que muitas vezes não a vimos, por isso a minha dica (quase infalível), é teres sempre contigo um caderno de apontamentos que vais preencher quando a inspiração está em alta e usar quando ela estiver de férias.

De qualquer forma e já que estou aqui (tenho que aproveitar o tempo de antena), aproveito para partilhar contigo algumas ideias de publicações que podes fazer, não só no teu blog, mas nas tuas redes sociais:

1. Fala sobre uma experiência assustadora que tenha tido.
2. Faz uma lista de 5 coisas que todas as pessoas adoram mais tu não!
3. Partilha uma receita
4. Comenta aquele teu sonho recorrente.
5. Faz uma lista de coisas que aprendeste com o teu blog, com o teu carro, com o teu cão, gato, ou periquito
6. Conta aos teus leitores, qual era o teu desenho animado favorito na infância e fala sobre ele.

E por ai a fora, se achas que estas dicas souberam a pouco descobri no meu blog, uma lista com 53 sugestões que podes usar (https://www.ontemesomemoria.pt/2019/10/quero-ser-blogger-53-ideias-de.html), entretanto não vou abusar muito mais da minha breve estadia por aqui. 
Espero que tenham gostado e claro que me visitem no blog.
Mais uma vez obrigada Miúda, pela oportunidade :)"


***************

Convidei a Teresa porque já a bastante tempo que sigo o blog dela, apesar das minhas ausências, quando regresso o dela é um dos que me atualizo logo e fiquei muito contente por ela ter aceite claro.

Ela enviou-me o texto, mas a foto fui eu que escolhi... Digam lá que o sorriso dela não dá logo vontade de a conhecer melhor :)

Já conheciam a Teresa certo?
Vão aproveitar estas dicas e as restantes que ela tem no blog dela???


Beijinhos da Miúda*

Real Time Analytics